Emanuel Rufo

Filho de artesãos, Emanuel Rufo desafiou o pai e juntos fazem brinquedos de madeira à mão.

Texto: Maria Martinho

A mãe é especialista em tapeçaria manual, o pai deixou a construção civil para se dedicar ao artesanato. “O bisavô dele era italiano, daí o apelido. Veio para o Minho, trouxe a tradição de trabalhar a madeira em miniatura e isso foi passando de geração em geração”, diz Emanuel Rufo.
Com mais quatro irmãos, o designer é o único ligado ao ofício dos brinquedos em madeira. Aos 12 anos fez o seu primeiro carrinho, inspirado no piloto brasileiro Ayrton Senna, e tudo o que aprendeu foi por observação. Cresceu no meio das tábuas, das lixas e das latas de tinta, na adolescência apaixonou-se pelo desenho e pela pintura, estudou design de produto em Aveiro e quando nasceu o primeiro sobrinho fez-lhe um cavalo de baloiço de linhas contemporâneas.
Em 2010, o artesão desafiou o pai a embarcar numa aventura a quatro mãos. Dois anos depois, lançou a marca homónima e começou a vender também para o estrangeiro. “Percebi que havia uma oportunidade.”
Tudo começa num pequeno caderno onde Emanuel Rufo desenha os produtos e escreve todas as funcionalidades e mecânicas possíveis. O desenho transforma-se em formato 3D no computador, passa depois para um protótipo tosco e por alguns testes até ganhar forma na pequena oficina instalada na casa do patriarca da família, em Estarreja. “Há objetos que demoramos um ano a desenvolver.”
Pai e filho trabalham com três tipos de madeira – faia, pinho e carvalho – e escolhem-na em função do que querem fazer. A principal matéria-prima é então cortada, lixada e limada, num trabalho minucioso feito com o auxílio de três máquinas. Chegada à forma e textura pretendidas, é hora de isolar a madeira, pintar o objeto com tintas acrílicas e desenhar todos os pormenores, sejam riscas ou números nas portas dos carros.
Dos cavalos de baloiço aos animais com diferentes mecânicas, passando pelos carrinhos inspirados em várias marcas, a família Rufo produz séries de 30 a 50 modelos em poucos dias, com tudo feito dentro de portas, das pinturas às embalagens.

Mais Vistos

Ler

Revista

A história do Barca Velha

Nasceu no Douro em 1952 e atingiu um estatuto mítico entre os vinhos portugueses.

Ler artigo

Ler

Revista

Na casa de Manuel Aires Mateus

Um dos principais arquitetos portugueses mostra a casa onde vive.

Ler artigo

Sair

Norte

Casa no Castanheiro

Debaixo de um castanheiro centenário nasceu um refúgio desenhado pelo arquiteto João Mendes Ribeiro.

Agendar estadia

Ficar

mishmash

The Notebook

Um caderno premium com quatro ou cinco separadores, perfeito para a organização do dia-a-dia.

Comprar a partir de 20€

Mobiliário

Fuschini

Cadeira José

Feito em Paços de Ferreira, é um autêntico cadeirão, perfeito para a sala de estar e para descontrair.

Comprar por 531€

Ler

Revista

Casa na Montanha

Uma "cabana confortável" desenhada pelo arquiteto Luís Tavares Pereira para se fundir com a paisagem do Gerês.

Ler artigo

Ler

Revista

Subscrição Observador Lifestyle

Subscreva durante 1 ano a revista Observador Lifestyle ou surpreenda alguém com esta oferta.

Subscrever revista

Comer

The Therapist

Granola salgada

Perfeitas para sopas e saladas, estas granolas de origem biológica ajudam numa alimentação saudável.

Comprar por 6,90€

Sair

Alentejo

Casa na Terra

Semi-enterrada e coberta de vegetação, a Casa na Terra foi desenhada por Manuel Aires Mateus.

Agendar estadia

Ficar

So-So

Água no bico

Das expressões populares portuguesas nascem brinquedos e objetos decorativos em madeira.

Comprar por 60€

Sair

Algarve

Conversas de Alpendre

Para além das 9 suítes, é possível dormir numa cabana de luxo e até numa casa na árvore.

Agendar estadia

Fazer

Life in a bag

Mini Horta

Nesta mini horta pode cultivar mini legumes, baby leaves ou ervas aromáticas.

Comprar por 30€

Cesto de Compras