mishmash

Os cadernos portugueses que conquistaram o Guggenheim gostam de brincar com formas e grafismos.

Texto: Mauro Gonçalves

Beatriz Barros percebeu que tinha uma paixão pelo material de escritório, que virou negócio em 2015. Minimalista, funcional e com doses concentradas de cor, a Mishmash deu os primeiros passos com cadernos. Num objeto que, para muitos, não tem grande margem para invenções, a marca sediada em Matosinhos limitou-se a brincar com formas e grafismos para conseguir faturar, só nos primeiros dois anos, um total de 100 mil euros.
Os cadernos representam “99% da produção” e estão em mais de 100 lojas espalhadas pelo mundo. A opção de personalização continua a ser aquela que alavanca o negócio e levou a marca a conquistar museus sonantes como o Design Museum, em Londres, e o Solomon R. Guggenheim, em Nova Iorque.
Desenhados e produzidos em Portugal, os cadernos da Mishmash resultam do trabalho de máquinas, mas também de mãos, no caso das lombadas cosidas e do corte dos separadores, onde a cor é aplicada na mouche.

Mais Vistos

Sair

Norte

Casa no Castanheiro

Debaixo de um castanheiro centenário nasceu um refúgio desenhado pelo arquiteto João Mendes Ribeiro.

Agendar estadia

Ficar

Solo Ceramic

Chávena de café Terracota

Para sentir a textura deste material tão português, o barro é vidrado apenas onde é necessário.

Comprar a partir de 8€

Vestir

Yako & Co

Avental de jardinagem

Mais um motivo para arranjar um jardim e poder usar este avental vegan.

Comprar por 55€

Sair

Alentejo

Open House

Dos mesmos donos das Casas Caiadas, a Open House fica em pleno centro histórico de Arraiolos.

Agendar estadia

Etc.

Mauvais Marie

Bananas de alfazema

Sacos de alfazema que Andy Warhol aprovaria, para perfumar o roupeiro e as gavetas.

Comprar a partir de 14€

Ficar

Ramos Cerâmica

Vasinho de brinco

Numa produção exclusiva e limitada Ramos Cerâmica x The Collection, nasce este vaso com brincos e textura de pedra.

Comprar por 35€

Sair

Norte

Monverde Wine Experience

O primeiro hotel vínico na região dos Vinhos Verdes impõe-se pelas janelas rasgadas e a decoração minimalista.

Agendar estadia

Ficar

Paulo Tuna, The Bladesmith

Faca tradicional

Faca tradicional, feita à mão por Paulo Tuna, numa produção exclusiva para o The Collection.

Comprar a partir de 180€

Sair

Alentejo

Casas Caiadas

A partir das ruínas de um moinho, as Casas Caiadas receberam o prémio Most Tasteful Renovation da revista Monocle.

Agendar estadia

Ler

Revista

Na casa de Manuel Aires Mateus

Um dos principais arquitetos portugueses mostra a casa onde vive.

Ler artigo

Sair

Alentejo

Paraíso Escondido

Graças aos bungalows, é possível dormir no meio das árvores. E descobrir África na costa alentejana.

Agendar estadia

Sair

Alentejo

Villa Extramuros

À casa de arquitetura contemporânea, com um grande pátio central, juntam-se duas cabanas de cortiça.

Agendar estadia

Cesto de Compras