Cécile Mestelan

Cécile gosta de brincar com formas, sobreposições de cores e geometrias.

Texto: Mauro Gonçalves

Natural de Biarritz, em França, Cécile Mestelan instalou-se em Lisboa em 2013. Quando veio para Portugal, era a escultura que lhe ocupava mais espaço na bagagem. Peças conceptuais que, por condicionantes orçamentais próprias de uma estudante universitária, eram sempre feitas em gesso. “Trabalhava formas mais esculturais e ia expondo onde houvesse oportunidade. Mas percebi que o mundo da arte era muito fechado aqui em Portugal. Toda a gente adorava o que eu fazia, mas depois não acontecia nada. Estive mesmo para desistir, até planeei abrir um café”, conta. A ideia não teve pernas para andar e ainda bem, porque depois de se apaixonar pela cerâmica numa residência artística na Vista Alegre, surgiu uma segunda muito mais promissora: recorrer ao crowdfunding e comprar um forno. A aquisição permitiu-lhe começar a dar aulas. As aulas, por sua vez, aproximaram-na de um novo mundo: cerâmica utilitária.
Hoje, o trabalho de Cécile é um compromisso entre os dois universos. “Spiky” e “Le Rayon Vert” são dois exemplos de coleções de taças, pratos, copos e chávenas, mas as referências escultóricas não desapareceram por completo. “Já nas Belas-artes me diziam que era muito pop”, admite. As pegas e detalhes assumiram formas quase espaciais, no caso da primeira. Na segunda, um cocktail ao pôr do sol deu azo a sobreposições de cores e geometrias.
Ao mesmo tempo, o uso da cor possibilita os mais loucos jogos gráficos à mesa. No final do processo criativo, utilidade e diversão fazem parte da mesma receita.

Mais Vistos

Sair

Norte

Casa no Castanheiro

Debaixo de um castanheiro centenário nasceu um refúgio desenhado pelo arquiteto João Mendes Ribeiro.

Agendar estadia

Ficar

Solo Ceramic

Chávena de café Terracota

Para sentir a textura deste material tão português, o barro é vidrado apenas onde é necessário.

Comprar a partir de 8€

Vestir

Yako & Co

Avental de jardinagem

Mais um motivo para arranjar um jardim e poder usar este avental vegan.

Comprar por 55€

Sair

Alentejo

Open House

Dos mesmos donos das Casas Caiadas, a Open House fica em pleno centro histórico de Arraiolos.

Agendar estadia

Etc.

Mauvais Marie

Bananas de alfazema

Sacos de alfazema que Andy Warhol aprovaria, para perfumar o roupeiro e as gavetas.

Comprar a partir de 14€

Ficar

Ramos Cerâmica

Vasinho de brinco

Numa produção exclusiva e limitada Ramos Cerâmica x The Collection, nasce este vaso com brincos e textura de pedra.

Comprar por 35€

Sair

Norte

Monverde Wine Experience

O primeiro hotel vínico na região dos Vinhos Verdes impõe-se pelas janelas rasgadas e a decoração minimalista.

Agendar estadia

Ficar

Paulo Tuna, The Bladesmith

Faca tradicional

Faca tradicional, feita à mão por Paulo Tuna, numa produção exclusiva para o The Collection.

Comprar a partir de 180€

Sair

Alentejo

Casas Caiadas

A partir das ruínas de um moinho, as Casas Caiadas receberam o prémio Most Tasteful Renovation da revista Monocle.

Agendar estadia

Ler

Revista

Na casa de Manuel Aires Mateus

Um dos principais arquitetos portugueses mostra a casa onde vive.

Ler artigo

Sair

Alentejo

Paraíso Escondido

Graças aos bungalows, é possível dormir no meio das árvores. E descobrir África na costa alentejana.

Agendar estadia

Sair

Alentejo

Villa Extramuros

À casa de arquitetura contemporânea, com um grande pátio central, juntam-se duas cabanas de cortiça.

Agendar estadia

Cesto de Compras