Patrícia Lobo Ceramics

Cerâmica aplicada a candeeiros. Fez-se – e faz-se – luz nas mãos de Patrícia Lobo.

Texto: Mariana Abreu Garcia

A marca nasceu ao mesmo tempo que Patrícia Lobo descobriu a cerâmica. E a história até é romântica. Foi a 14 de fevereiro de 2016 que tudo começou, quando o namorado da ceramista lhe ofereceu um workshop de roda de oleiro. Apaixonada por artes e ofícios manuais, Patrícia já tinha tido aulas de costura, tecelagem, joalharia e estofagem – era aliás para onde fugia da vida profissional exigente que levava –, mas nunca tinha tido contacto com a cerâmica. Quando experimentou, foi amor ao primeiro toque.
“Nesse mesmo ano construímos a nossa casa e o meu primeiro projeto foi criar azulejos”, recorda, mas já havia demasiadas opções no mercado. Foi quando começaram a tratar da decoração propriamente dita que se fez luz: Patrícia criou o primeiro candeeiro e “ficou claro que era por ali”. “Sempre adorei candeeiros, é das coisas mais importantes num espaço. Mesmo que a divisão seja simples, um candeeiro constrói o ambiente.” Com uma carreira na área do audiovisual na qual se sentia presa, a ceramista encontrou no novo hobby uma possibilidade de negócio que resolveu seguir.
Começou por trabalhar num espaço perto de casa onde pôde aprender com outros ceramistas e traçar o seu próprio estilo, até que passou para a garagem de casa, onde tinha um forno a gás “da idade da pedra”, que usou para criar a paleta de seis cores pastel com a qual ainda hoje trabalha.
Do fio ao abat-jour, cada candeeiro é personalizável pelo cliente, podendo por vezes ser escolhida também a própria estrutura (em latão ou metal lacado).

Mais Vistos

Comer

Exclusivo The Collection

Jantar “O Prato da Minha Vida” com Marlene Vieira

Marlene Vieira cozinha os pratos da sua vida num jantar exclusivo, dia 2 de junho, no Zunzum Gastrobar.

Comprar a partir de 75€

Sair

Algarve

Conversas de Alpendre

Para além das 9 suítes, é possível dormir numa cabana de luxo e até numa casa na árvore.

Agendar estadia

Ler

Revista

Na casa de Manuel Aires Mateus

Um dos principais arquitetos portugueses mostra a casa onde vive.

Ler artigo

Sair

Norte

Casa no Castanheiro

Debaixo de um castanheiro centenário nasceu um refúgio desenhado pelo arquiteto João Mendes Ribeiro.

Agendar estadia

Sair

Alentejo

Casas Caiadas

A partir das ruínas de um moinho, as Casas Caiadas receberam o prémio Most Tasteful Renovation da revista Monocle.

Agendar estadia

Ler

Revista

A história do Barca Velha

Nasceu no Douro em 1952 e atingiu um estatuto mítico entre os vinhos portugueses.

Ler artigo

Comer

The Therapist

Granola salgada

Perfeitas para sopas e saladas, estas granolas de origem biológica ajudam numa alimentação saudável.

Comprar por 6,90€

Ficar

DAM

Banco Pipo

O banco em forma de pipa venceu o prémio POPS (Projetos Originais Portugueses) de Serralves.

Comprar a partir de 271€

Sair

Algarve

Casa Modesta

Uma casa modesta, sim, mas também cheia de detalhes e de história, com vista para a ria Formosa.

Agendar estadia

Sair

Alentejo

Herdade da Malhadinha Nova

No campo com luxo. A Malhadinha faz parte da rede Relais & Châteaux, das mais prestigiadas do mundo.

Agendar estadia

Brincar

Wolf & Rita

Boné Inácio

Com um padrão original, o boné Inácio é perfeito para os dias de sol.

Comprar por 45€

Sair

Norte

Casa Soenga

No meio de uma floresta de carvalhos e cedros, a Casa Soenga é um refúgio exclusivo na natureza.

Ler artigo

Cesto de Compras